Uma escada em espiral, branca, de aparência muito leve, porque os degraus são pequenas plataformas presas a uma coluna central, formando a espiral, e o corrimão se prende somente ao solo e ao ponto de chegada, que não enxergamos na foto

Beautiful

Uma escada em espiral, branca, de aparência muito leve, porque os degraus são pequenas plataformas presas a uma coluna central, formando a espiral, e o corrimão se prende somente ao solo e ao ponto de chegada, que não enxergamos na fotoVivemos com um conceito muito estranho que é a distinção entre as coisas mundanas e as coisas divinas. Como se houvesse uma barreira entre as duas, e um momento certo para cada uma delas. Mais ainda, considerando as coisas mundanas como algo ruim e o divino como algo bom, e que tivéssemos que nos polarizar, obviamente, para aquilo que é bom. A maior parte das pessoas não deseja realmente fazer algo ruim.

Se algo é verdadeiro, essa coisa perdura muito, muito tempo, porque é baseada nas leis do nosso Universo, e essas leis precedem a existência do nosso Universo. Assim, algo realmente verdadeiro, do nosso ponto de vista, acaba sendo eterno.

Quando nos enxergamos humildemente, nossa janela de visão do tempo é muito limitada. Como humanidade, temos registros de experiências diretas, vivenciadas realmente, de apenas algumas dezenas de milhares de anos. Qualquer coisa mais antiga que isso é apenas dedução e especulação.

Assim, considerando essa janela de tempo, alguns conceitos perduram por quase toda ela, são o que temos de mais próximo de algo eterno, já que têm perdurado por todo esse período. Esses conceitos são aqueles que deveríamos apreciar primeiro, para sabermos se são úteis a nós, individualmente; isso saberemos colocando esse conceito na região do coração e percebendo o tipo de sensação que isso nos causa. Muitas vezes esses conceitos serão bem agradáveis.

Um desses conceitos é o de nos desviarmos das polaridades, o que é conhecido na cultura oriental como “seguir o caminho do meio”. Esse caminho é dinâmico, e ajustado de minuto a minuto. Pode parecer meio estreito, mas não é impossível de ser trilhado. Se existem ginastas olímpicas que dão mortais duplos sobre a trave olímpica, que tem só dez centímetros de largura, como quem estivesse dando cambalhotas no chão, vemos que tudo é questão de treino.

Portanto, essa polarização entre o mundano e o espiritual é balela. Porque tudo que experienciamos é uma manifestação divina, não tem nada que não faça parte do Criador. Quando dizemos que o Criador é Onipresente, não é no sentido que ele está sempre conferindo o que estamos fazendo, como se fosse uma polícia do serviço secreto, mas sim que ele realmente está presente em tudo, na cadeira que sentamos, nas nossas roupas, no ar que respiramos, nos nossos animais de estimação, nos nossos colegas de trabalho.

Quando desfazemos esse extremismo, automaticamente estamos mais alinhados com o caminho do meio.

Tudo pode ter uma função divina. Alguém, por exemplo, pode estar travando-se completamente, inundado de culpas e outros sentimentos negativos, ouvir um sertanejo universitário e de repente ter um insight que o que ele quer é tchum, tchá, tchum tchá tchá tchá tchum tchá tchá, e então se libertar de seus próprios conceitos limitantes e passar para o Universo da experiência, que é nossa real professora. E isso é o que vai trazer real crescimento para essa pessoa, e não ficar se enamorando de suas minhocas mentais por dias a fio. Ela vai aprender consigo mesma, e não ficar se debatendo com os conceitos de certo e errados introjetados do mundo externo.

Quando nos dispomos a receber os sinais que a vida nos dá, entramos numa realidade em que percebemos que estamos rodeados de numerosos degraus que colaboram na nossa ascenção, e que esses degraus sempre estiveram ali. Quantos trabalhos o Universo está fazendo contantemente para nos prover esses degraus, de maneiras tão imensas que jamais conseguiríamos imaginar, no nosso estado atual de consciência? Como não ser profundamente grato e alegre ao percebermos o tamanho do apoio construído e reconstruído, adaptado segundo a segundo às nossas reais necessidades, simplesmente como uma manifestação de Amor do Criador para conosco?

Ao nos focarmos em aproveitarmos essas oportunidades, perceberemos que é um desperdício de energia ficar julgando os degraus que outras pessoas utilizam nos seus caminhos. Até porque aqueles que estão mais acima de nós não ficam julgando os degraus que nós utilizamos na nossa caminhada, simplesmente nos aceitam como somos.

E como o melhor ensino é feito pelo exemplo, concluímos com um degrau que já tem estado presente na mídia em geral há muitos anos. Bom divertimento!

 

 

Beautiful

Don””t look at me
Every day is so wonderful
And suddenly, it””s hard to breathe
Now and then, I get insecure
From all the pain, I””m so ashamed
I am beautiful no matter what they say
Words can””t bring me down
I am beautiful in every single way
Yes, words can””t bring me down
So don””t you bring me down today
To all your friends, you””re delirious
So consumed in all your doom
Trying hard to fill the emptiness
The pieces gone, left the puzzle undone
Is that the way it is?
You are beautiful no matter what they say
Words can””t bring you down
You are beautiful in every single way
Yes, words can””t bring you down
So don””t you bring me down today…
No matter what we do
(No matter what we do)
No matter what we say
(No matter what we say)
We””re the song inside the tune
Full of beautiful mistakes
And everywhere we go
(And everywhere we go)
The sun will always shine
(Sun will always shine)
But tomorrow we might awake
On the other side
””Cause we are beautiful no matter what they say
Yes, words won””t bring us down
We are beautiful in every single way
Yes, words can””t bring us down
So, don””t you bring me down today
Don””t you bring me down today
Don””t you bring me down today

Linda

Não olhe para mim

 

Todo dia é tão maravilhoso
E de repente, fica difícil de se respirar
De vez em quando, eu me sinto insegura
Com toda a dor, eu me sinto envergonhada

 

Eu sou linda não importa o que eles digam
Palavras não vão me fazer cair
Eu sou linda em todos os sentidos
Sim, palavras não vão me derrubar
Então não me derrube hoje

 

Para todos os seus amigos, você é louca
Tão consumida pela sua sina
Tentando arduamente cobrir o vazio
Os pedaços sumiram, o quebra-cabeças ficou incompleto
É assim que tem que ser ?

 

Você é linda não importa o que eles dizem
Palavras não vão te derrubar
Você é linda em todos os sentidos
Sim, palavras não vão te derrubar
Então não me derrube hoje

 

Não importa o que fizermos
(não importa o que fizermos)
Não importa o que dissermos
(não importa o que diissermos)
Nós somos a canção dentro da melodia
Cheia de erros lindos
E para onde nós formos
(e para onde nós formos)
O sol sempre brilhará
(sol sempre brilhará)
Mas amanhã a gente poderá acordar
No lado de lá

 

Porque nós somos lindos não importa o que eles disserem
Sim, palavras não vão nos derrubar
Nós somos lindos em todos os sentidos
Sim, palavras não vão nos derrubar
Então, não me derrube hoje

 

Não me derrube hoje
Não me derrube hoje

Um comentário para “Beautiful”

  1. Fabiana

    Hoje de manhã esse blog me veio em mente e eu pensei: Hoje eu quero ler um texto novo nessa página! Daí o universo leu minha vontade e a transformou em realidade, dando mais do que eu pedi: um texto novo e além disso profundo e cheio de sabedoria! Mil vezes obrigada!

    Responder

Deixar uma resposta

  • (will not be published)

XHTML: Pode usar estas marcas: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>